rb bertomeu, S.L.

 Pol. Ind. Fondo de Llitera, Par. 82-83

E-22520 Fraga, Huesca (España) 

Tel. +34 974 47 48 04

+34 630 43 08 43
www.bertomeu.es

bertomeu@bertomeu.es

 

 

 

BOLETIM TÉCNICO

nº 6   

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO FUELÓLEO EM ESPANHA
TEOR MÁXIMO DE VANÁDIO

O D.R. 1700/2003 de 15 de Dezembro determina as especificações, entre outros combustíveis, dos fuelóleos que se comercializam em Espanha, como consequência da Directiva 2003/17/CE e para reunir todas as especificações de combustíveis (gasolinas, gasóleos, fuelóleos, gases liquefeitos e biocombustíveis) numa só resolução.
As especificações dos fuelóleos figuram no D.R. 1485/1987 de 4 de Dezembro e no D.R. 287/2001 de 16 de Março (no que respeita ao teor em Enxofre). No Anexo IV do D.R. 1700/2003 citado no início, reúnem-se as especificações dos fuelóleos num só Grupo:

Viscosidade cinemática a 50 ºC     (mm2/S)    380máx.( equivalente a 35 mm2/S a 100 ºC)
Enxofre (*)                                                 (% m/m)     1,0máx.
Vanádio (*)                                                 (mg/kg)     300máx.(equivalente a 300 ppm)
Ponto de Inflamação                         (ºC)             65min.
Água                                                     (% vol.)       0,5máx.
Água e sedimento                             (% vol.)       1,0máx.
Cinzas                                                  (% m/m)    0,15máx.
Sedimentos potenciais                    (% m/m)     0,15máx.(relacionado com a Estabilidade)
Pot. calorífica superior                      (kcal/kg)     10.000 min.
Pot. calorífica inferior                         (kcal/kg)     9.500 min.

Pela primeira vez introduz-se a especificação para o Vanádio, principal responsável das corrosões em válvulas de escape e turbocompressores dos motores Diesel a fuelóleo. O valor máximo determinado (300 ppm) é muito superior aos valores habituais registrados nos últimos anos nos combustíveis Fuel BTE (leve) e Fuel n.º 1 (pesado) fornecidos às centrais de cogeração, com um intervalo de 30-130 ppm e um valor médio aproximado de 60-80 ppm. Nessas centrais, o aditivo para fuelóleo “rb bertomeu” beco F1/ASF (em Espanhol) demonstrou plenamente a sua eficácia anticorrosão.

Tanto o aditivo para o fuelóleo usado em motores de cogeração “rb bertomeu” beco F1/ASF (em Espanhol) como o utilizado em motores marítimos “rb bertomeu” beco F1-Ship (em Espanhol), protegem as válvulas e turbocompressores da corrosão a quente por Vanadatos com qualquer conteúdo de vanádio, ajustando a dose de aditivo para as ppm de Vanádio presente no fuelóleo. O aditivo “rb bertomeu” testou-se industrialmente durante meses com êxito total, em motores de Cogeração alimentados com fuelóleo, com um contendo até 250 ppm de Vanádio.

(*) Nota: Em alguns países, o óleo combustível pesado e óleo cru é consumido com alto teor de enxofre e vanádio que pode exceder 700 ppm. O aditivo "rb bertomeu" beco F1/ASF neutraliza a corrosão causada pelos níveis elevados de pentóxido de vanádio e vanadato de sódio, ajustando a dosagem adequada.

Para obter mais informação sobre o tema ver os seguintes documentos de rb bertomeu (clique sobre o título seleccionado):

· Estudio RB-20.- Pruebas con fueloil de alto contenido en Vanadio en los motores de la planta de cogeneración de Minera Santa Marta. (em Espanhol)
· Documento RB-7.- El fuelóleo y sus efectos corrosivos en la combustión industrial.
(em Espanhol)

 

 

 

 

 

 

 

 

Pulse aqui para ver os boletins anteriores
Fabricante de aditivos para óleo combustível e óleo cru
(c) rb bertomeu, S.L. - Copyright