rb bertomeu, S.L.

 Pol. Ind. Fondo de Llitera, Par. 82-83

E-22520 Fraga, Huesca (España) 

Tel. +34 974 47 48 04

+34 630 43 08 43
www.bertomeu.es

bertomeu@bertomeu.es

 

 

 

BOLETIM TÉCNICO

Nº 18   

CÁLCULO DO SO2 TEÓRICO A EMITIR NOS GASES DE COMBUSTÃO, A PARTIR DO ENXOFRE DO COMBUSTÍVEL

A legislação ambiental obriga a limitar a emissão de SO2 nos gases de combustão das instalações industriais que utilizam qualquer tipo de combustível para valores cada vez menores, para reduzir o efeito de chuva ácida que essas emissões provocam.

Paralelamente, as Autoridades limitam também o conteúdo de Enxofre nos combustíveis, especialmente do fuelóleo, a utilizar em pequenas e médias instalações de combustão que, normalmente, não possuem equipamentos de depuração dos gases de combustão emitidos para a atmosfera.

Actualmente, na CE , o valor limite destas emissões é 1.700 mg/Nm3 de gases secos, relativo a um conteúdo em Oxigénio de 3%. Igualmente, e em consonância estequiométrica com dito valor, é proibido utilizar um combustível com mais de 1% de Enxofre, excepto que se demonstre que a instalação de combustão conta com meios de depuração que garantam o anterior valor máximo de emissão de SO2.

Muitas vezes é útil poder calcular à priori o conteúdo teórico de SO2 nos gases emitidos, a partir do conteúdo de Enxofre no combustível. Como exemplo, expõe-se o cálculo a realizar para um fuelóleo e um gasóleo, de análise supostos, numa instalação de combustão. O cálculo, que considera que todo o Enxofre do combustível se oxida em SO2 e sai com os gases de combustão, é aplicável a qualquer outro tipo de combustível.

Para acceder ao metodo de cálculo ver os seguintes documentos de rb bertomeu (clique sobre o título seleccionado):

-Método de cálculo del SO2 teórico contenido en los gases de escape, en la combustión del fueloil (em Espanhol)


 

 

 

 

 

 

 

 

Pulse aqui para ver os boletins anteriores
Fabricante de aditivos para óleo combustível e óleo cru
(c) rb bertomeu, S.L. - Copyright